Os pacientes que apresentam doença renal crônica têm maior risco de doenças cardiovasculares, como infarto agudo do miocárdio (IAM) e acidente vascular cerebral (AVC). Por isso, há maior risco de morte, que ocorre por dois motivos: disfunção endotelial dos vasos sanguíneos que perfundem o coração e o cérebro, e maior rigidez vascular.

A doença renal crônica acaba tendo sua capacidade de excretar ácidos gerados diariamente pela dieta prejudicada, e esse acúmulo de ácidos leva a uma redução do bicarbonato no sangue e consequente acidificação.

A acidificação aumenta a produção de produtos inflamatórios e alteração hormonal que causam as alterações vasculares.

Em estudos científicos, já foi evidenciada que a correção da acidez sanguínea melhora e previne a disfunção dos vasos sanguíneos e reduz a mortalidade cardiovascular. Um dos principais medicamentos utilizados é o bicarbonato de sódio, que também pode ser usado como ingrediente na culinária ou em outras situações do dia a dia.

Tenha sempre orientação e acompanhamento médico regular para saber o melhor tratamento para cada paciente e situação.

Cuide do seu Rim!

Open chat
1
Olá. 👋
Podemos te ajudar? 😄