Tenho alergia a ovo. Posso tomar a vacina de Febre Amarela? - Clínica Medfocus

Tenho alergia a ovo. Posso tomar a vacina de Febre Amarela?

Diante do aumento crescente de casos confirmados de febre amarela e da classificação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), do dia 16/01/2018, de que todo o Estado de São Paulo é área de risco de transmissão da doença, é normal que existam dúvidas e certa insegurança da população em relação à vacinação.

A vacina contra febre amarela possui concentrações significativas de proteínas do ovo devido a sua inoculação em embriões de galinha durante o processo de produção, logo, pacientes com alergia comprovada à proteína do ovo devem ter certos cuidados com a vacinação devido ao risco de apresentarem reações.

As diretrizes de vacinação contra febre amarela do Ministério da Saúde, assim como a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) contraindicam a vacinação de pessoas com história de anafilaxia comprovada em doses anteriores ou à substâncias presentes na vacina, como o ovo. Diante desta afirmação, não são todos pacientes com alergia a ovo que devem ficar sem receber a vacina.

Para melhor entendimento das orientações quanto à vacinação, podemos separar os pacientes em 2 categorias:

  • Pacientes com história de reações leves a moderadas com a ingestão de ovo (urticária, angioedema): não possuem contraindicação de receber a vacina, porém ela deve ser feita em local com supervisão médica e os pacientes devem permanecer em observação por período mínimo de 30 minutos após a vacinação.
  • Pacientes com história de reações graves com a ingestão de ovo (anafilaxia): está contraindicada a vacinação para febre amarela. Entretanto, naqueles casos em que o risco de infecção pelo vírus é muito elevado, o quadro deve ser avaliado pelo especialista (alergista). Segundo orientações da ASBAI, deve-se fazer o teste cutâneo com a vacina (prick test), se negativo o paciente deve receber a dose e permanecer em observação por 30 minutos; se positivo e existir disponibilidade de ambiente que ofereça possibilidade de manejo de anafilaxia (Hospital), pode-se indicar a dessensibilização para o recebimento da dose necessária da vacina.

É importante sempre ter o acompanhamento de seu médico com o intuito de esclarecer todas as suas dúvidas.

Dr. Alex Eustáquio de Lacerda
Alergista

Release ASBAI: http://www.asbai.org.br/secao.asp?s=81&id=1014

Site Ministério da Saúde: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/febreamarela/

2018-01-18T22:16:42+00:00 18 de janeiro de 2018|Categories: Alergia, Saúde|